Hinos 1- 100

 

Hino 002

 

 

Hino 003

 

 

1 Santo, Santo, Santo! Deus onipotente!

Vamos para sempre louvar-Te com ardor.

Santo, Santo, Santo, justo e compassivo!

És Deus Triúno, excelso Criador!

 

2 Santo, Santo, Santo! Todos os remidos,

Juntos com os anjos, proclamam Teu louvor.

Antes de formar-se o firmamento e a terra,

Eras, e sempre és, e serás, Senhor!

 

3 Santo, Santo, Santo! Nós, os pecadores,

Não podemos ver Tua glória sem tremor.

Tu somente és santo, só Tu és perfeito,

Em Teu poder, pureza e amor.

 

4 Santo, Santo, Santo! Deus onipotente!

Tuas obras louvam Teu nome com fervor.

Santo, Santo, Santo, justo e compassivo!

És Deus Triúno, excelso Criador!

 

Hino 004

 

 

 

Hino 025

 

 

Hino 026

 

 

1 Glorioso Pai, Te louvo,

Pois Tua imagem sou;

A fim de alegrar-Te,

À Tua face estou.

Os filhos que escolheste,

À glória hás de levar,

Com Cristo, o Filho amado,

Pra sempre Te expressar.

 

2 Ó Pai, me escolheste

Bem antes da criação,

Assim sou Tua herança,

E Tu, o meu quinhão.

Sim, me predestinaste

Pra filiação ganhar,

E ser varão perfeito

A fim de tudo herdar.

 

3 Conforme o Teu plano,

Chamaste-me em amor;

Remiste, deste vida,

A mim, um pecador.

E com o Teu Espír'to

Vieste me selar;

Sou Teu, agora e sempre,

Vou Teu amor gozar.

 

4 Quem pode abençoar-me,

Senão só Tu, ó Deus?

Pois Tu me dispensaste

A vida e Espír'to Teus.

Em Tua glória, logo,

Com Cristo hei de estar,

Assim Teu plano eterno

Há de se consumar.

 

Hino 028

 

 

Hino 029

 

 

Hino 030

 

 

Hino 033

 

 

Hino 034

 

 

Hino 042

 

 

1 O Senhor, daqueles que O invocam, perto está;

Se O invocamos, Ele Seu vigor nos dá.

A Jesus buscando, sempre pronto se nos faz;

Seu nome invocar, oh! que consolo que nos traz!

 

Jesus! nome tão bom! Este nome dá vida a nós!

Vitorioso, glorioso, exaltado, que nome é!

Jesus! Força nos dá, este nome consolador!

Para inspirar, sempre invocar,

Oh! que nome! Senhor Jesus!

 

2 A Jesus invoque, salvo então você será,

"Ó Senhor Jesus" e Ele o libertará!

Tome agora assim o cálice da salvação;

Provê-nos o Seu nome grandiosa salvação.

 

3 Ao Senhor, judeus e gregos, todos são iguais,

Aos que O invocam, o Seu rico ser lhes traz.

Ó Senhor Jesus, que alegria é Te invocar!

Ao respirar Teu nome quanto gozo nos vens dar.

 

4 Desfrutamos sempre o Deus da nossa salvação

E invocamos o Seu nome em toda situação.

Invocar Seu nome em todo o meu viver eu vou,

Porque os Seus ouvidos para mim Ele inclinou.

 

5 Invocamos o que é digno de total louvor;

Nosso grato coração adora o Senhor.

Oh! sigamos a justiça, a fé, a paz, o amor

Co'os que de puro coração invocam o Senhor!

 

Hino 044

 

 

1 Clamamos com amor:

Senhor Jesus!

Que nome superior,

Senhor Jesus!

Tudo de Ti nos vem,

Não temos outro bem,

Nada de Ti além,

Senhor Jesus!

 

2 Um homem foste, sim, 

Senhor Jesus!

Por nós morreste assim,

Senhor Jesus!

Quão grande é Teu amor,

Igual não há, Senhor,

És nosso Salvador,

Senhor Jesus!

 

3 És nossa retidão, 

Senhor Jesus!

Vitória e proteção,

Senhor Jesus!

Que vamos recear,

Problemas ou pesar?

Se perto sempre estás,

Senhor Jesus!

 

4 Em breve voltarás, 

Senhor Jesus!

E nos alegrarás,

Senhor Jesus!

Veremos logo a Ti,

Enfim iguais a Ti,

Pra sempre junto a Ti,

Senhor Jesus!

 

Hino 051

 

 

1 Oh! que doce história do amor de Jesus:

Deixou Ele a glória e morreu sobre a cruz!

Sofreu o castigo em nosso lugar,

Logrou redenção para assim nos livrar.

 

Exultai, exultai, consumado está!

Ao Senhor, o louvor pela graça sem par!

Oh! nós entoamos infindo louvor

Ao nosso glorioso Jesus Salvador! 

 

2 Que maravilhosa é a redenção! 

O sangue de Cristo nos traz o perdão.

Jesus já cumpriu a justiça de Deus;

Estão mui contentes os homens e Deus.

 

3 Fulgente é a glória de Cristo, o Senhor; 

Jesus, nome excelso, tão superior!

É Rei coroado de glória e poder,

E digno de todo louvor receber.

Hino 059

 

 

1 Aleluia dai a Cristo!

Cetro e trono já são Seus;

Aleluia, o triunfo

E vitória recebeu.

Eis que cantam Seus remidos,

Ressoando a canção,

Pois remiu-nos, por Seu sangue,

Dentre todas as nações.

 

2 Aleluia! Não mais órfãos 

Nem deixados em pesar;

Aleluia! Crer somente,

Sempre perto Ele está.

Mesmo que não mais O vemos,

Pois ao céu já ascendeu,

Nos lembramos da promessa:

"Eis-Me sempre junto aos Meus."

 

3 Aleluia! Pão celeste, 

Alimento, habitação;

Aleluia! Aos famintos,

Só Tu és satisfação.

Redentor e Advogado,

Intercedes Tu por nós;

Ante o Todo-Poderoso,

Soa sempre Tua voz.

 

4 Aleluia dai a Cristo! 

Cetro e trono já são Seus;

Aleluia, o triunfo

E vitória recebeu.

Eis que cantam Seus remidos,

Ressoando a canção,

Pois remiu-nos, por Seu sangue,

Dentre todas as nações.

 

Hino 062

 

 

Hino 064

 

 

1 Quão excelente o nome Teu,

Na terra, ó Senhor!

Que cada língua e nação

Proclame seu valor!

Da boca de pequenos, Tu

Ganhaste o louvor!

Que cala o inimigo Teu,

Derrota o tentador.

 

2 Ao contemplar os altos céus 

Que Tua mão formou,

Os astros que estabeleceu

O Teu saber, Senhor,

Que é o homem para que

Te lembres dele, então,

E o seu filho, para que

Lhe mostres atenção?

 

3 Senhor Jesus, tal homem és, 

Alguém que se encarnou,

À raça humana se uniu,

E aqui se humilhou.

Com glória coroado estás,

O Soberano és,

E pelo Corpo a reger,

Tens tudo sob Teus pés.

 

4 Teu encarnar-se, Teu morrer, 

Ressuscitar, subir,

Teu senhorio, e Corpo Teu,

Podemos ver aqui.

Por todos esses passos Teus,

Mui digno és, Senhor;

Com corações a transbordar,

Alçamos-Te louvor.

 

5 Mui breve o dia chegará 

E todos bendirão;

Mas nas igrejas hoje há

Tal gozo de antemão.

Quão excelente o nome Teu,

Na terra, ó Senhor!

Que cada língua e nação

Proclame seu valor.

 

Hino 067

 

 

Hino 076

 

 

Hino 077

 

 

1 Embora insondável Teu amor,

Minha'alma quer, Jesus, meu Salvador,

Sua extensão, largura conhecer,

Profundidade, altura e seu eternal poder.

 

2 Embora inefável Teu amor,

Meus lábios vão, Jesus, meu Salvador,

A todos pecadores proclamar

O amor que, removendo a culpa, pode amor gerar.

 

3 Embora incompleto meu louvor,

Meu coração, Jesus, meu Salvador,

Amor tão pleno e rico quer cantar,

Que pode alguém rebelde, como eu, a Deus levar.

 

4 Não posso conhecer, falar, cantar,

A plenitude deste amor sem par,

Mas o meu vaso posso eu trazer,

Vazio, a Ti, ó Fonte viva, para o encher.

 

5 Eu nunca tive para Ti, Senhor,

Um pensamento ou gesto de amor;

Mas posso a Ti me achegar, assim,

Baseado em Teu amor que é imutável para mim.

 

6 Jesus, me enche com o Teu amor!

À fonte viva, leva-me, Senhor.

Com simples fé vou me aproximar

E nunca outra fonte além de Ti irei buscar.

 

7 Oh! quando Tua face contemplar,

E junto a Ti no trono me assentar,

Minh'alma haverá de compreender,

Do Teu amor, a plenitude e eternal poder.

 

Hino 079

 

 

1 Quão profundo, abrangente,

Mui além do meu pensar,

Teu amor, Senhor, tão doce,

Mais profundo que o mar!

Por amor, por mim morreste

E Te dispensaste a mim,

Para em Ti ser enxertado,

E de Ti ser parte assim.

 

2 Quem dirá das maravilhas

Que por mim fez Teu amor?

A maior de todas elas

É que um Contigo sou.

Por amor, Teu ser me deste:

O que és me vem suprir;

Compartilho Tua vida,

E Teu ser desfruto aqui.

 

3 Teu amor Senhor expressa

Teu divino, amável ser,

Dá sentido à minha vida,

Faz-me um com Teu querer.

Suficiente graça viva,

Dia a dia mi'a porção;

Tua graça e doçura

Provo em toda situação.

 

4 Nada pode separar-nos,

Para sempre me amarás;

Oh! amor que prevalece,

Pois mesclado a mim estás!

Um seremos para sempre,

Eu sou Teu; és meu, Senhor;

Este é meu testemunho:

Viveremos nesse amor.

 

Hino 080

 

 

1 Senhor, Tu és o eleito,

Precioso para Deus;

Com alegria ungido,

Quão belo aos olhos Seus!

 

Oh! como apreciamos,

Senhor, o Teu dulçor,

Teu esplendor, bondade

E todo o Teu valor!

 

2 És totalmente amável,

Mui belo e bom, Senhor;

Há graça em Tua boca,

É Teu o nosso amor.

 

3 Os magos com tesouros

Te honraram ao nascer;

Um nobre sepultou-Te ?

Amável é Teu ser.

 

4 Ungida a cabeça

E os Teus pés também;

Tu és o mais honrado,

Querido qual ninguém.

 

5 Qual mirra, Tua morte

Nos traz consolação;

A Deus, suave aroma

É a ressurreição.

 

6 És como a flor de hena,

Mui belo, e que olor!

Viçoso qual macieira,

Teu fruto, que dulçor!

 

7 Mais doce que o vinho,

É Teu amor, Senhor;

Teu nome é qual ungüento;

Cantamos Teu valor.

 

8 Oh! quando apreciamos

Teu belo ser, Senhor,

Ainda mais gozamos

Aqui o Teu dulçor.

 

 

Hino 081

 

 

Hino 082

 

 

Hino 084

 

 

1 Suave Brisa de amor,

Te quero respirar;

Fragrante qual da hena* a flor,

Mais que o da mirra é Teu olor;

O nardo celestial.

 

2 Ó mais Formoso entre dez mil,

Te quero contemplar;

Que grande êxtase me encheu

Ao ver na luz do rosto Teu

Beleza singular!

 

3 Amigo, Amo e Salvador,

A Ti me entrego enfim;

Liberto não mais vou sair,

Mas me disponho a Te servir,

Servir-Te até o fim.

 

4 O mais sublime nome tens,

Quero invocar-Te mais;

Meu coração alegre está,

Louvar-Te-ei sem descansar;

Meu ser em Ti se apraz.

 

5 De todo o Teu amável ser,

Que mais direi, Senhor?

Mui terno é Teu coração,

A Ti me atrais e ouço então:

"Contigo sempre estou."

Hino 085

 

 

1 Formoso Cristo,

Rei do céu e terra,

Maravilhoso Homem-Deus,

Desejo honrar-Te

E adorar-Te,

Coroa, Glória e Gozo meus.

 

2 Quão lindos prados,

Bosques adornados

Em trajes mui primaveris;

És bem mais belo,

Puro e singelo,

Quem ao aflito faz feliz.

 

3 Sol, quão garboso,

O luar, formoso,

E belos astros a brilhar:

És mais luzente,

Mais transcendente,

Excedes toda a luz solar.

 

4 Da natureza

Toda a beleza

Em Ti, Jesus, se pode ver;

Quem mais chegado,

Belo ou amado

Que Tu, meu Salvador, vou ter?Hino 088

 

 

Hino 090

 

 

1 Ao que está assentado no trono,

Com alegria rendemos louvor!

Abençoados, aqui Te adoramos,

Só Tu és digno, amado Senhor!

 

Só Tu és digno! Só Tu és digno!

Glória, pois só Tu és digno, Senhor!

Abençoados, aqui Te adoramos,

Só Tu és digno, amado Senhor!

 

2 És Deus real, mas qual homem perfeito

Morte provaste em nosso favor;

E, da mulher, Descendente esperado,

Que da serpente a cabeça pisou.

 

3 Ó Criador, como Te humilhaste!

Pelas criaturas pregado na cruz;

Dos homens ódio, de Deus abandono,

Tudo aceitaste por nós, ó Jesus.

 

4 Sobre a morte, Senhor, triunfaste,

A gloriosa vitória é total;

Como esquecer esse grandioso fato?

Morte e Hades venceste afinal!